Compartilhar

Balanço da safra 2017/2018: arroz e soja

A safra 2017/2018 está praticamente finalizada na Cotrisel. Com quase 100% dos grãos de verão recebidos, o balanço dos resultados ficou dentro do previsto para a soja e surpreendeu no caso do arroz.

A quebra nas lavouras de soja já era prevista para a região de São Sepé, onde houve uma perda entre 45% e 50%, com diminuição do volume recebido principalmente na sede. Segundo o presidente da Cotrisel, José Paulo Salerno, “nós tivemos um ano diferente dos últimos 5, 6 anos. Foi um ano de menos chuvas, em que se teve algumas perdas um pouco mais acentuadas na área de soja, principalmente no município sede”.

Nos demais municípios de atuação, as perdas nas lavouras de soja não foram tão grandes: “nós tivemos uma produção média razoável, uma perda de 10%, 15% em cada lugar”, acrescenta Salerno. Até o momento, a previsão de 2.800.000 sacos de soja recebidos nesta safra está se concretizando.

Já a safra do arroz trouxe uma surpresa positiva à cooperativa e seus associados: “nós sabíamos que seria uma safra grande, mas esperávamos uma safra um pouco menor do que está acontecendo”, salienta o presidente da Cotrisel. A estimativa total de 2.700.000 sacos de arroz recebidos neste ano já foi superada em mais de 15%. Apesar disso, a safra de arroz ainda é menor do que a do ano passado, de 7% a 10% menor, também em função da supersafra de 2017.

Agora, o momento é de preparar a terra e programar a próxima lavoura. A Cotrisel seguirá dando todo o suporte necessário aos seus associados, recebendo os grãos, exportando a soja e expandindo o mercado do arroz no Brasil, para absorver os volumes depositados nas unidades da cooperativa.