Compartilhar

Presidente da Cotrisel participa de reunião com governador eleito Eduardo Leite

Na manhã desta quarta-feira, 21 de novembro, os dirigentes da FecoAgro/RS receberam o governador eleito Eduardo Leite e discutiram assuntos como desburocratização do estado e logística. O presidente da Cotrisel, José Paulo Salerno, compõe o Conselho de Administração da FecoAgro/RS e esteve presente na reunião.

Na ocasião, o presidente da FecoAgro/RS, Paulo Pires, apresentou a estrutura da rede de cooperativas agropecuárias gaúchas ligadas à entidade, que representaram faturamento de R$ 20,8 bilhões em 2017 e que são responsáveis pelo recebimento de 52% da safra de soja do Rio Grande do Sul, além de 67% do trigo e 45% do leite produzido no estado.

Entre os temas discutidos na reunião, estiveram em pauta a desburocratização do estado para investimentos do setor. Na questão agropecuária, Paulo Pires reafirmou que três culturas estratégicas são necessárias com o apoio de políticas públicas para alavancar os resultados dos produtores: trigo, milho e arroz. Sobre a manutenção da estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Leite disse que ainda está avaliando as posições e considerações.

Em um segundo momento, a logística foi tema da reunião com o governador eleito. O presidente da CCGL, Caio Vianna, apresentou o trabalho realizado em relação ao Porto de Rio Grande, onde a central administra os terminais Termasa/Tergrasa. Até outubro, a estrutura das cooperativas foi responsável pela exportação de 7,36 milhões de toneladas de soja de um total de 11,83 milhões.

Eduardo Leite recebeu a notícia de que há previsão de investimentos no Porto de Rio Grande para aumentar a capacidade de exportação de soja e abrir mais espaço para o embarque de arroz. Entretanto, segundo os dirigentes cooperativistas, é preciso destravar trâmites burocráticos para o avanço do projeto.

 

Com informações e fotografias da Comunicação FecoAgro/RS - Nestor Tipa Júnior/AgroEffective